segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Vida e obra de Cipriano Carlos Luckesi

Nesta postagem vamos falar um pouco sobre Luckesi ele é considerado um dos nomes de referência em avaliação da aprendizagem escolar, assunto no qual se especializou ao longo de quatro década


Disponível em (http://tribunadonorte.com.br/noticia/coimbra-adere-ao-enem/280530)

Formação



É Licenciado em Filosofia pelo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, da Católica do Salvador, Bahia (1970), Bacharel em Teologia pela Faculdade de Senhora da Assunção, da Católica de São Paulo (1968), Mestre em Sociais pela Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, da Federal da Bahia (1976) e Doutor em Educação: História, Política, Sociedade pelo Programa de Pós-Graduação da Católica de São Paulo (1992). Atualmente é professor pós-aposentado da× Faculdade de Educação, da Federal da Bahia. Foi professor do Departamento de Filosofia, da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas/UFBA, ensinando na Graduação, de 1971 a 2002, quando aposentou-se. No Curso de Graduação em Filosofia, ensinou especialmente Introdução à Filosofia, Axiologia, Pensamento Filosófico na América Latina, Leitura do Filosófico. Iniciou suas atividades na Pós-Graduação em Educação (Mestrado), na Faculdade de Educação/UFBA, em 1985, estando a ela vinculado até o presente momento, ensinando especialmente Filosofia da Educação, Metodologia da Pesquisa e Educação e Ludicidade, além de orientar mestrandos e doutorandos em suas atividades de pesquisa e elaboração de dissertações e tese.

LIVROS



Cipriano Carlos Luckesi, Avaliação da aprendizagem na escola: reelaborando conceitos e recriando a prática, Malabares Comunicação e Eventos, Salvador/BA, 2005, 2ª edição (revista), 115 páginas.

A 1ª edição deste livro é de 2003 e, agora, encontra-se na 2ª, com uma revisão e um aprofundamento conceitual. É o último escrito do autor sobre o tema e contém o seu mais recente entendimento a respeito da avaliação da aprendizagem. São quatro capítulos que tratam do que é a avaliação da aprendizagem, seus comprometimentos sociológicos, históricos, políticos, psicológicos e pedagógicos, assim como estudos sobre articulação entre avaliação e projeto político-pedagógico da escola e, por último, recursos técnicos para a prática da avaliação da aprendizagem.


Cipriano Luckesi, Eloi Barreto, José Cosma, Naidison Baptista, Fazer Universidade: uma proposta metodológica, Cortez Editora, São Paulo, 2005, 14 edição, 232 páginas. 

Este livro trata de uma orientação metodológica para estudantes de graduação e de pós-graduação sobre recursos metodológicos de produção e de formatação de textos de caráter científico. Precisamente, é um livro de Metodologia do Trabalho Científico, que tem sua base num olhar crítico e emancipatório do conhecimento. Aborda os temas do conhecimento, das práticas de estudo e de leitura crítica, assim como recursos técnicos da produção e apresentação de monografias científicas.
O texto que compõe o livro é resultado de uma experiência de ensino dessadisciplina por parte dos autores na Universidade Estadual de Feira de Santana, Bahia, no período que vai de 1976 a 1984, quando o livro foi publicado em sua 1ª edição.




Cipriano Carlos Luckesi, Filosofia da Educação, Cortez Editora, São Paulo, 2005, 21ª reimpressão, 183 páginas.O livro foi escrito para compor a Coleção Magistério do 2º Grau, da Cortez Editora. 

Sua primeira impressão é de 1990. Hoje, quinze anos depois, encontra-se na 21ª reimpressão. Contém capítulos que tratam de temas básicos da Filosofia da Educação, comprometidos com o cotidiano escolar, envolvendo temas como filosofia, filosofia da educação, tendências da filosofia da educação, conteúdos escolares, livro didático, metodologia do ensino, didática, entre outros. A linha de pensamento é emancipatória e comprometida com o cotidiano escolar em nosso país.


Cipriano Carlos Luckesi, Avaliação da aprendizagem escolar, Cortez Editora, São Paulo, 2005, 17ª edição, 180 páginas.

A primeira edição deste livro é de 1995. Hoje, em 2005, encontra-s em sua 17ª edição. Ele reúne uma série de artigos, selecionados entre os que o autor escreveu entre os anos de 1976 e 1994. Na Introdução do livro, encontra-se um relato sucinto da situação biográfica onde cada um deles foi escrito. O livro aborda a questão da avaliação da aprendizagem na escola, em termos conceituais e práticos, passando por abordagens filosóficas, sociológicas, políticas, psicológicas e pedagógicas.



Cipriano Carlos Luckesi e Elizete Silva Passos,Introdução à Filosofia: aprendendo a pensar, Cortez Editora, São Paulo, 2004, 5ª edição, 271 páginas.

Este livro é resultado da atividade docentes dos autores no Departamento de Filosofia, da Faculdade de filosofia e Ciências Humanas, da Universidade Federal da Bahia, onde ambos foram professores por mais de trinta anos. Os capítulos contém conteúdos que foram trabalhados junto aos estudantes de filosofia, tendo como focos de atenção o conhecimento filosófico, os caminhos históricos do filosofar e o exercício do filosofar no Brasil. A primeira edição do livro é de 1995.

Cipriano Carlos Lucckesi e Elizete Silva Passos,Introdução à Filosofia, Centro Editorial Diático, Universidade Federal da Bahia, 1992, 226 páginas.

Este livro teve somente uma edição. Ele era composto por diversos capítulos dos dois autores, acrescidos de capítulos de outros variados autores. Trata do conhecimento filosófico, de suas implicações históricas e políticas de sua trajetória histórica pelo estudo de escolas filosóficas e pensadores, incluindo ainda um capítulo abordando temas especiais da filosofia, como moral, ciência, educação cidadania.                                                                                                                                        





Cipriano Carlos Luckesi, Equívocos Teóricos na Prática Educativa, Série Estudos e Pesquisas, nº 27,Associação Brasileria de Tecnologia Educacional/ABT, 1983, 2ª edição, 67 páginas. 


A 1ª edição deste livro é de 1982. Ele trata, de uma forma crítica, sociológica, política e pedagogicamente de temas tais como Escola, Ensino, Aprendizagem Escolar, Avaliação, Autonomia. Temas que envolvem o nosso cotidiano escolar e nossas relações com os educandos.

Cipriano Carlos Luckesi, Prática Docente e Avaliação, Série Estudos e Pesquisas, nº 44, Associação Brasileira de Tecnologia Educacional/ABT, Rio de Janeiro, 1990, 54 páginas.

Este livro contém dois capítulos intitulados "Por uma prática docente crítica e construtiva" e "Avaliação do aluno: a favor ou contra a democratização do ensino?". Assim sendo, de fato, faz uma análise crítica, assim como uma abordagem propositiva sobre a prática docente e a prática da avaliação da aprendizagem na escola.



Referências:

Nenhum comentário:

Postar um comentário